Tudo Que Você Precisa Sobre A Gravidez

6 Dicas para cuidar da parte de trás do menor

espalda

o retorno à escola, todo ano reabre o polêmico debate sobre o peso nas mochilas das crianças, as posturas adequadas ao sentar nas carteiras, enfim, a necessidade de manter a higiene postural adequada.

Afirma Álvaro Herrera, coordenador do serviço de reabilitação do Hospital Vithas Nuestra Señora de América, as lesões mais frequentes em crianças estão geralmente relacionadas com as más posturas que adotam durante o crescimento, o ganho de peso inadequado ou também podem ser lesões hereditárias. "Os casos mais comuns que encontramos são escoliose ou desvio da coluna vertebral, especificamente, escoliose idiopática, ou seja, a de origem desconhecida; embora possa aparecer em qualquer idade, geralmente está associada ao crescimento após 10 ou 12 anos ".

Os fatores de risco que podem causar ou acentuar essas lesões, como nos diz Herrera, são as posturas incorretas quando nos sentamos nas carteiras, o que causa desequilíbrios musculares. A carga de peso na coluna é outro fator, dado que os músculos das crianças ainda estão fracos e não estão prontos para suportar muita carga. Para tudo isso, devemos adicionar a prática de esportes incorretamente, daí a necessidade de incorporar o alongamento para evitar desequilíbrios musculares. O Hospital Vithas Nuestra Señora da América pertence ao grupo de saúde Vithas

Diretrizes de prevenção

Do serviço de reabilitação do Hospital Vtihas Nossa Senhora da América, recomendamos seguir as dicas a seguir para evitar lesões e cuidar das costas das crianças.

1. A principal medida está ligada a um bom treinamento destinado aos pais e às próprias crianças, já que é a melhor maneira de estabelecer hábitos e hábitos saudáveis ​​ em suas atividades diárias.

2. As mochilas recomendadas são aquelas que contêm várias restrições: nos ombros, cintura e área do peito, para distribuir a carga, mas fundamentalmente as mochilas com rodas ou carrinhos, que impedirão que as crianças pesem

3. A postura correta ao sentar nas mesas é decisiva. "Deve estar com as costas totalmente apoiadas nas costas da cadeira; para isso, a área glútea deve ser empurrada para trás o máximo possível, para evitarmos a postura reclinada típica que danifica a coluna lombar. Além disso, o quadril deve estar em um ângulo reto ou até um pouco maior em relação aos joelhos, assim como os pés, que também devem formar o mesmo ângulo reto em relação aos joelhos. Os cotovelos têm que ser apoiados e também formarão outro ângulo reto em relação à mesa ", destaca Álvaro Herrera.

4. É sempre aconselhável estudar ou fazer o dever de casa nos lugares que lhe são atribuídos, tais como mesas de estudo e cadeiras que estão corretamente adaptadas à posição da criança; outros lugares, como o sofá, a cama, o chão, causarão desconforto, com os consequentes maus hábitos posturais. 5. Pratique esportes muito completos e não prejudiciais

, como natação e pilates terapêuticos, ministrados por fisioterapeutas. Em geral, qualquer tipo de esporte é aconselhável, desde que seja executado com uma preparação correta e inclua alongamentos e exercícios para trabalhar especificamente e corretamente a coluna. 6. É aconselhável fazer revisões periódicas com Traumatologia

e estabelecer, com a supervisão de um fisioterapeuta, exercícios funcionais terapêuticos para que a criança tenha um bom hábito de saúde e higiene corporal. O problema fundamental, como diz Herrera, é que "90% dos pacientes vão ao especialista quando a dor começa, o que é um erro, já que isso significa que a lesão foi estabelecida e será mais complexo fazê-la desaparecer".